p

sexta-feira, fevereiro 02, 2007

Porque somos BRACARENSES?

Eis um exemplo de vida :

"O Pedro tem 8 anos e é sócio do Sporting de Braga, tal como o seu pai e, mesmo vivendo fora de Braga, numa terra de muitos benfiquistas, mantem-se fiel ao seu clube, deslocando-se ao estádio, pelo menos de quinze em quinze dias para acompanhar a sua equipa. Na escola, todos os colegas são benfiquistas, portistas ou sportinguistas e o Pedro habituou-se a perder todas as discussões futebolisticas dos intervalos das aulas à segunda-feira. Mesmo quando o seu Braga obtém grandes resultado no fim de semana anterior a essas fatídicas segundas-feiras, o Pedro perde sempre porque, se é verdade que contra factos não há argumentos, também é verdade que contra uma maioria ofuscada pela cegueira, não há argumentos que valham a ninguém.
A caminho de casa o Pedro imagina-se com a bola nos pés, emblema ao peito, o estádio 1º de Maio a vê-lo jogar e ele... A marcar, a marcar muitos golos. Fantasia acerca dos festejos que irá fazer, os golos que irá marcar, as lágrimas de alegria no momento do golo do título que o próprio irá assinar.Um dia, numa época menos boa do seu clube, influenciado pela cegueira dos amigos e em vésperas de um jogo grande, o Pedro pergunta ao pai:
- Porque é que somos do Braga? Se calhar nunca vamos ser campeões e este ano ainda vamos mas é para a segunda.
O pai explica que mais do que procurar vitórias com o nosso clube, devemos acreditar nele, porque acreditar em algo que é nosso, algo que de certa forma simboliza os nossos valores, a nossa região e os nossos interesses, é acreditar em nós próprios. Torcer por aqueles que ganham, simplesmente porque ganham, é não ter carácter. É procurar vitórias naquilo que não é nosso, é procurar vitórias a todo o custo quando não as temos noutras ocasiões da nossa vida. As vitórias devemos procurá-las no nosso dia-a-dia. No desporto são importantes, sabem bem, mas não são fundamentais ao nosso desenvolvimento e realização enquanto seres humanos.
O Pedro ouviu estas palavras, entendeu o seu pai, mas quando se tem oito anos e se quer ser o maior entre os amigos, as pequenas vitórias são importantes, principalmente as vitórias desportivas.Pensou para si e tomou uma decisão. Deixaria de ser bracarense e passaria a torcer pelo tal clube "grande" que iria visitar o Braga naquele fim de semana. Não comunicou a decisão ao pai, mas sabia que mais tarde ou mais cedo se iria manifestar a favor da sua nova equipa no estádio.
Chega o dia do jogo. Desta vez não levou o cachecol. Sentado na velha pedra do 1º de Maio assistiu calmamente ao aquecimento.
Porém, na altura da entrada em campo das equipas (na altura entrava uma de cada vez), algo insólito aconteceu. O Braga entra em campo, as bandeiras e os cachecóis bracarenses agitavam-se e o Pedro sentiu vergonha de não ter trazido o seu. Sentiu que aquela era a sua equipa, aquele o seu povo, aquela era a sua terra e as lágrimas começaram a correr secretamente pela sua face. Ninguém reparou. Chorou baixinho e jurou nunca mais trair a sua equipa, nunca mais trair o que era seu, o seu povo, a sua cidade, a sua gente.
Os anos passaram e hoje o Pedro tem vinte e cinco anos. O sonho de jogar pelo Braga foi-se desvanecendo talvez pela falta de jeito para representar um clube de tal dimensão e porque a vida o levou para outras opções profissionais. O Pedro agora vive em Braga e continua a ir a todos os jogos do Braga, com o pai e o irmão, e mais do que nunca acredita num Braga campeão. Não vai ser ele a marcar o golo do título. Mas espera estar no estádio a festejar quando esse dia chegar.
Dedico esta história, a todos aqueles que acreditam nos seus clubes, nos clubes das suas terras, das suas gentes, das suas raízes, sejam essas pessoas do Braga, do Guimarães, do Boavista, do Porto, do Sporting, do Benfica, de qualquer outro clube. Mas escolham aquilo que é realmente vosso e que vos representa. Ser de Braga e torcer por um dos chamados "grandes" é o mesmo que ser português e torcer pela selecção espanhola ou outra qualquer."

In"SuperBraga.Com"
31 de Janeiro de 2007

7 Comments:

Blogger caxineira said...

Eu cá sou pelo Rio Ave!!!!O Braga para mim é igual ao Varzim!

2/03/2007 8:01 da tarde  
Blogger lit0s said...

lol

nao deixa de ser um texto cómico.

"e, mesmo vivendo fora de Braga, numa terra de muitos benfiquistas, mantem-se fiel ao seu clube (...)"

"Dedico esta história, a todos aqueles que acreditam nos seus clubes, nos clubes das suas terras, das suas gentes, das suas raízes, sejam essas pessoas do Braga, do Guimarães, do Boavista, do Porto, do Sporting, do Benfica, de qualquer outro clube."

entao porque é que o pedro (gosto qnd nestas historias de embalar chamam os bois pelos nomes) nao acredita no clube lá da terra dele, seja ela qual for?

é so romanticos lol

qualquer dia somos todos obrigados a torcer pelas equipas que passam naquele programa dos ultimos, na rtp n, tipo ah e tal tu és das enguardas, "tens" de ser dos leoes, tu és de maximinos, tens de ser do maximinense.. lol

e claro, um texto destes, como nao podia deixar de ser, só poderia terminar com uma pérola:
"Ser de Braga e torcer por um dos chamados "grandes" é o mesmo que ser português e torcer pela selecção espanhola ou outra qualquer."

lol
o autor do texto, que imagino que nao seja a mesma pessoa que o postou aqui, estava realmente inspirado :DD

2/05/2007 5:04 da manhã  
Blogger Seco said...

Este fds pó Rio Ave chegou!, e por este caminho...,
mandem cumprimentos ao Guimarães.

Hãhãhãhã Litros, perdão: Hãhãhãhã Lit0s...
Cómico estás tu.
Como o Pedro, também meu coração em puto foi traído pelas cores dos grandes, e em verdade te digo que a bandeira dos 3 assim intitulados, já desfraldaram na minha mão!
Mas com o tempo, experiência e maturidade a razão veio ao de mim e nunca mais ao Enorme Braga virei costas.
Um ano além Alentejo, cinco anos a estudar na eterna cidade rival, três anos na capital, ...
Tás bem a ver a quantidade de jogos em situações inóspitas que já tive de passar???
Até Brasileiros e Angolanos já converti!

"Sei que sofro mais do que é preciso. Grito, salto, choro e com um sorriso visto de vermelho para cantar e ver o BRAGA a ganhar"

ABRE US ZOLHOS!!!!

2/07/2007 8:21 da manhã  
Blogger pedro said...

mai nada! mete a biola ao saco e bai tocar para o metro de paris

2/07/2007 6:44 da tarde  
Blogger TonezÉ said...

litos:

Por ter sido um comentário tão despropositado, voto na sua despenalização; mais alguém?

Talvez seja uma perda de tempo incitar ao voto. Vou apenas ignorá-lo.

Bem, se és portista ou benfiquista percebo a tua indignação;

se és vimaranense percebo ainda mais a tua indignação;

se és sportinguista parabéns!.. até ver.

Escrevo isto com base óbvia naquilo que se passou esta época.

Se és de outro clube qualquer que não o ENORME BRAGA, boa sorte.

2/07/2007 7:11 da tarde  
Blogger Seco said...

Voto pela despenalização do Lit0s, até porque eu sei que ele lá no fundo, no fundo, é um Bragarense ferronho, ofuscado pelos tabeloides dos desportivos e pelo markting televisivo, que ao mais desprevenido pega de surpresa.
Sonha em ser romantico...
...e pode começar pelo metro de Paris que é muito bom sítio (lol).

Mas nos entretantos, não desiludas ninguém e continua a tentar ser penalizado, olha a sorte que o Quaresma teve!

2/07/2007 8:56 da tarde  
Blogger lit0s said...

lol curti. nao posso deixar de dizer que curti.

mas..

"litros"? é esse o teu melhor seco? :DD

ora, "enorme" imagino que signifique mais que "grande".
hmm.. portanto, eu apoio entao uma equipa menor nessa famosa perspectiva rebuscada, certo?
eu logo vi que nao era eu quem estava mal.

ah! e vê la seco, nao voltes entao a virar as costas ao "enorme".
pode ser que ele não use vaselina desta vez :D

tabeloides lol tás lá ;DD

aos restantes.. aquele abraço "grande" :DDD

(sou benfiquista. com H "grande" lol.
deste os famosos 7-1. eu tambem percebo a vossa indignaçao lololol)

2/08/2007 4:43 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home